domingo, 28 de agosto de 2016

[Literáriamente - Resenha] Como Eu Era Antes de Você



Olar pessoas, tudo bem?
Hoje teremos o primeiro post do Literáriamente, que foi feito com muito carinho, viu? Espero que vocês gostem bastante❤
---------------------------------
Título: Como eu era antes de você
Autor: Jojo Moyes
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Sinopse: "Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro."
_______________
Quando eu comecei a ler o livro, pensei que seria aquele romance "mel com açúcar" (que eu amo) mas não foi bem assim. É romântico sim mas não é aquele tipo clichê que vemos em alguns(muitos) livros, é cativante, inspirador!

A Lou tem 26 anos e conformada com a vida que tem, não tem muita ambição, trabalha numa lanchonete que não paga tão bem mas dá para ela ajudar aos pais em casa. Namora com o Patrick, mas cá entre nós, é só comodismo mesmo. Ela vê sua vida mudar ao ser demitida e ela tem que começar a procurar novas vagas. Entre desastres e desastres, ela tenta a vaga para cuidadora do Will.


O Will, era um jovem ativo, fazia mil e uma coisas e ao se ver na cadeira de roda, para ele, a vida perdeu o sentindo. 

O Will tetraplégico, não era ruim, acho que todo o jeito dele era como ele sabia lidar com a situação, perder os movimentos, a namorada, amigos e ser totalmente dependente não foi algo que ele esperava. O Will criou uma muralha ao redor de si, ninguém entra, ninguém sai. Mas veio a Lou.

O que mais me encantou com o Will, na verdade como a Jojo o fez, foi que ele sofria sim é mostrava isso. Não tinha uma máscara ou uma romantização da situação dele. E claro, o jeito ranzinza dele, não sei se a intenção da Jojo era termos raiva dele, mas se foi, foi o contrário, amei o Will por causa disso.

Sabe, só podemos ajudar alguém que aceita ajuda.

 A amizade dos dois foi algo genuíno, algo que por algum momento, eu olhei e quis ter. Confesso que fiquei um pouco ansiosa para que eles se tornassem amigos logo mas a Jojo foi cuidadosa nisso, tinha que ser ao poucos, a Lou tinha que 'amadurecer' e o Will se entregar. E foi lindo quando aconteceu, o Will fazendo a Lou assistir filmes legendados, o passeio no Jardim, fazendo a barba(❤❤❤), o teatro(❤❤❤❤❤❤), o aniversário da Lou... vários momentos que me fizeram amar mais e mais a obra, sério!
 --------------------------SPOILERS------------------------
Por um momento achei que esse momento não ia chegar, que eles iam ficar bem e felizes. Mas não.
Ao ler o gran finale não quis acreditar que ia terminar assim e por isso voltei inúmeras vezes lá. Não quis acreditar que o amor não tinha sido suficiente!
— Eu contei para ele que o amava — disse ela, a voz descendo de tom até um sussurro. — E ele apenas disse que isso não bastava. — Seus olhos estavam arregalados e vazios. — Como posso aguentar isso?

Mas eu entendi que, não, só o amor não seria suficiente para o Will. Poderia ser o maior amor do mundo mas ainda assim, não bastaria. Infelizmente. Em certo momento me coloquei no lugar do Will e vi que aquilo não era o que ele queria, ele não queria uma vida "razoavelmente boa", ele queria a vida dele, SER ELE. E bem, não importa como foi o desfecho final, mas ele fez o que ele achava que era certo e poder tomar a decisão sobre sua vida uma última/única vez, isso ninguém poderia tirar dele.

Sobre o livro em geral, amei tudo, os personagens seculares são ótimos, capítulos narrados por outros personagens no tempo certo, a capa, a escrita, cada detalhe da Jojo para que tudo ficasse bem encaixado, enfim, tudo maravilhoso!

E no fim, o meu sentimento ao ler esse livro não tem definição, eu ri com a Lou e chorei também. Sofri com o Will mas tinha um mini ataque quando ele ria. Pode ser que a intenção da Jojo era essa: nos fazer sentir como o personagem e devo dizer, e se foi, ela foi bem sucedida. Obrigada Jojo! E força para as Lou e os Will do mundo!❤

Nota

_____________
E espero que vocês gostem dessa resenha e nos acompanhe nas redes sociais:
Beijos