sábado, 22 de abril de 2017

[Literáriamente - Resenha] Quero me apaixonar [BEDA 12]



Olá olá pessoas, tudo bem com vocês? Hoje é dia de mais uma resenha e é de um livro parceiro muito massa! Vamos conferir?

Titulo: Quero me apaixonar
Autor: Alex Darcisio 
Paginas: 300
Editora: Chiado
Nota: ☆☆☆(Bom)
Sinopse: Este romance ocorrido na década de 1950 soa como obra do destino quando Robert, um jovem músico talentoso, traumatizado e sem fé, vê seu destino o levando de volta a Riverston, lugar de onde saiu ainda criança e que foi palco de sua maior perda. 
Lá ele conheceria Natalie, uma jovem com um dom e um fascínio apaixonante pela escrita e com sonhos comuns a uma jovem de princípios cristãos e de fé inabalável.
E dentre tantos outros fatores do destino que conspiravam para que eles um dia se encontrassem, um ponto em comum: o lugar que inspirou os talentos e paixões de cada um pela primeira vez em suas infâncias, foi o que deu início a uma nova paixão.
Com a existência avassaladora de fatores determinantes para que eles ficassem juntos, outros fatores de mesma proporção os separavam, dentre eles a existência de Sebastian, um rapaz admirável, cuja amizade e fé se constituíam em seus maiores talentos.
Um possível triângulo amoroso de tirar o fôlego, com um final surpreendente você irá se deparar com um livro que justificará seu título, e que certamente te instigará a querer se apaixonar.

Quero me apaixonar conta a história de Robert que aos 5 anos perdeu seu pai no dia do seu aniversário, só que antes de morrer ele deixa um violão de presente de aniversário, passado algum tempo depois da morte de Noah, Robert e sua mãe decidem se mudar para outra cidade. 

Anos depois, Robert tem o sonho de ser cantor e tem talento para isso, porém ele se tornou um jovem sem fé e traumatizado por causa do seu passado, junto com um amigo eles decidem se mudar para a antiga cidade de Robert. Chegando lá, Robert conhece Natalie, ma jovem cristã que vem para mudar a vida dele.

Seria esse encontro uma coisa do destino ou algo preparado de Deus?

O livro contém alguns erros de ortografia que não atrapalham a leitura mas incomoda visualmente. O enredo é incrível mas não é daqueles que te prendem e te faz largar só ao terminar, em alguns momentos a leitura se torna cansativa. Mas ainda assim, é um livro bom. 

Adorei o tamanho das letras e como a folha é, a capa é um amor só! Os capítulos são numerados e nomeados e começam com uma frase, seja do próprio capitulo ou versículos bíblicos. Achei encantador. 

Agradeço ao autor pela confiança e por ter disponibilizado sua obra ao blog.