[Literariamente - Resenha] Guardião do Medo


Olá pessoas bonitas! Tudo bem com vocês? Hoje é dia de mais uma resenha e trago para vocês a resenha de uma fantasia totalmente fora das expectativas, ele é Guardião do Medo, da autora Michele Pereira. Vem comigo!



Título: Guardião do Medo
Autora: Michele Pereira
Páginas: 252
Editora: Garcia
Nota: ✩✩✩✩✩★
Sinopse: "Alexander está morrendo pouco a pouco em um hospital. O câncer está consumindo seu corpo por dentro, minuto a minuto. E ele quer morrer logo. Rápido. A vida que ele viveu não deixa dúvidas de que o Inferno é sua próxima parada, mas ele não contava que um anjo viria ajudá-lo. Raya, a Guardiã, de asas negras, olhos azuis e mistérios e mais mistérios. Contudo, o que ele deveria pensar quando seu anjo protetor está escondendo algo importante? E quando tenta matá-lo?
Em meio à loucura, aos pesadelos desesperadores e às perdas cada vez mais frequentes, ele se vê dentro de uma disputa muito além do imaginável, entre os Guardiões da Criação e as Filhas de Daemon. Ele é importante, para ambos, tanto para a Luz quanto para as Trevas. Porém, qual será a melhor escolha? Viver imerso nos segredos e omissões de Raya ou ser inundado pelo poder extasiante do Inferno?"

Em Guardião do Medo somos apresentados a Alexander, um jovem de 21 anos amargurado, que teve uma infância difícil e uma fase adulta também. Ele está internado em um hospital e sua única família, ou melhor, a única pessoa presente em sua vida é a enfermeira Lúcia.

"E assim a vida seguia. Enquanto eu estava ali parado, vendo -a passar. Morrendo. Morrendo de vontade de ser alguém . Morrendo de vontade de ser alguma coisa . Morrendo de vontade de viver. Mas, literalmente, estou morrendo."

Alexander vai seguindo sua vida "normalmente" até que em uma noite ele é visitado por Raya, uma linda mulher, ou seria anjo?, com suas asas pretas. Raya é toda misteriosa e vem com a promessa de ajudá-lo. Mas não é só com esse fato sobrenatural que Alexander precisa lidar. Existe uma mancha de sangue na parede do seu quarto que se move e vai crescendo conforme ele é inundado de sentimentos ruins e um sonho misterioso em uma cabana com uma linha menininha. O que será que está acontecendo com Alexander? E porque Raya parece tão disposta a o ajudar? Será Alexander capaz de confiar em alguém quando em toda sua vida foi somente ele? Somente pôde contar com o medo e a solidão?

"— Como vou saber? Como posso confiar em você?
— Apenas acredite [...] Sempre que você vir uma estrela ou uma luz brilhar mais forte, saiba que eu estarei lá. E que ela não sou eu. Preciso ir agora."

Em outro plano, existe uma luta bem disputada entre os Guardiões da Criação e as Filhas de Daemon, e um dos alvos dessa briga? Alexander!
Ele precisa escolher um caminho, ele precisa mudar se quiser ter um futuro bom. Ele precisa eliminar as trevas de sua vida, ele precisa superar e essa missão poderia se tornar tão difícil se não fosse Matheus, uma garotinho também com câncer que vai mudar e muito a vida do Alexander. E meu Deus, eles juntos são de arrancar lágrimas!

"Ninguém tem a vida que deseja ter, Alexander. As pessoas têm de se adaptar ao que lhes é dado e valorizar as pequenas coisas que as fazem felizes. Ninguém pode ter tudo que quer. Porém, há uma escolha : você pode se alegrar com o que tem, ou viver em desgosto por uma coisa que não pode ter."

A verdade é essa: Alexander precisa mudar para seu próprio bem!

"— Mas é um fato, Alexander: você não precisa ser uma pessoa má porque as pessoas lhe fizeram mal. Você precisa erguer a cabeça e caminhar com orgulho. Você pode ser melhor que tudo isso. Você pode ter um coração bom de novo."

Guardião do Medo foi um livro que me tirou o fôlego! A Michele, autora, arrasou na forma que conduziu a história. Revelou detalhes importantes nas horas certas, deixou pistas para que nós mesmo fôssemos capazes de desvendar alguns. Criou reviravoltas, suspense, dor e alegria em momentos chaves e foi muito feliz em toda obra.

Jamais esperaria uma final tão surpreendente quanto foi esse, devo dizer que se tratando de finais surpreendentes, se aproximou e muito de Luxúria(que foi um dos meus livros favoritos de 2017) e por isso o favoritei, adoro quando o livro me surpreende e me enlouquece.

O Alexander foi tão bem construído, desde sua amargura sem fim, seus pequenos passos para se tornar uma pessoa melhor, a permissão de deixar pessoas se aproximarem de si mesmo até esse final MARAVILHOSO!

Não há outra palavra para descrever esse final, foi muito muito muito maravilhoso e eu preciso de mais!
Michele, parabéns e parabéns e escreve esse segundo rápido, tô louca aqui hahaha

"Cada passo até aqui valeu a pena, mesmo por pior que minha infância tenha sido porque aprendi a cuidar de mim mesmo e amadureci cedo para a escuridão do mundo.[...]O que fiz é o que fiz e o que vivi é o que vivi. Ninguém vai tomar esse direito. Eu deixei minha marca no mundo, por menor que seja, e estou pronto para retornar ao Universo"

Maria Paula de Barros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram